Publicado por: Peter | Domingo, 27-Jan-2013

Bife mal passado

bifemalpassado

Olá comilões,

Estava eu já deitado uma noite destas quando a mistura de alguma vontade de comer e uma recordação de natal me fizeram em 15 segundos inventar uma nova letra para uma muito conhecida canção de natal. Imaginem a música e apliquem a letra:

Olhei para o ovo,
Estava estrelado.
Vi o Deus menino
Comer um bife mal passado.

Um bife mal passado,
Cheio de sangue,
Diz o Deus menino:
Mas que bife tão grande!

Eu sei que a métrica não é a melhor, mas foi o que se pôde arranjar em 15 segundos.

Adeus e bom jantar.

Publicado por: Peter | Terça-feira, 18-Dez-2012

Carta ao Pai Natal

Caro Pai Natal,

Escrevo-te esta carta já um bocado em cima do acontecimento, o Natal. Sei que deves andar atarefadíssimo, mas mesmo assim resolvi escrevê-la. Não é para te pedir nada embora tenha a certeza de que me portei à altura de receber um presente.

Quando chega este época festiva, vêm-se clones teus por todo o lado e todos se acham no direito de distribuir “Ho-ho-hos” como se não houvesse amanhã. Mas eu pergunto-me se há algum que consiga fazer as coisas espantosas que tu fazes todos os anos desde que foste inventado? Pergunto-me se há alguém que consiga numa noite só fazer tantas entregas que qualquer operador de logística levaria um mês inteiro a fazer com uma equipa de centenas de homens. E ainda por cima, ter de saber quem merece (se foi bom ou menos bom) este ano.

Penso muitas vezes em coisas tão simples como por exemplo: Como é que raio consegues passar por uma chaminé que tem exaustor? Isso deve atrasar-te tremendamente. Como é que se faz uma viagem tão grande como daqui à Lapónia num trenó descapotável e ainda por cima puxado por renas, que diga-se de passagem, não são os animais mais asseados. Lembro-me logo dos cavalos da GNR que quando passam lá na rua, deixam grandes presentes na calçada e fico a pensar que essas renas que tanta alegria ajudam a distribuir pelo mundo também têm as suas necessidades e a correr lá nas alturas, podem uma vez por outra descuidar-se sobre um transeunte mais azarado. Frio não deves ter, com todo o stress e correrias das entregas de última hora e esse físico que não é cultivado num ginásio de certeza absoluta!

Quando eu era um petiz, sei que tinhas um ajudante ou concorrente. Nunca consegui distinguir muito bem. A minha avó dizia-me para pôr uma meia ou um chinelo em cima do fogão para o “Menino Jesus” deixar lá uma prenda de Natal. Ora, nessa altura, eu não sabia muito bem quem me trazia o presente, mas o que realmente me preocupava era olhar para o tamanho da meia e pensar que o presente não poderia ser muito grande, porque senão não cabia! Eu tinha de arranjar outra solução ou esperar que tivesses recebido (tu ou o menino Jesus) a carta que eu escrevera atempadamente. E uma coisa era certa: a carta de certeza que lá chegava ao destino porque a minha mãe era funcionária dos CTT e percebia dessas coisas de correio internacional.

Passados estes anos todos, ainda tenho algumas dúvidas e questões sobre toda esta grande operação de marketing, mas não me é permitido expô-las devido aos filtros e entraves que a sociedade actual nos coloca.

Para terminar quero apenas sugerir que uses o elevador para vir cá a casa. Não tive tempo de mudar o filtro ao exaustor e não tenho nenhuma lareira, o que é provável que te deixasse um bocado “farrusco”, ou então deixa na varanda que eu de manhã logo vejo o que lá deixaste.

Aquele abraço e não te atrases.

Publicado por: Peter | Quinta-feira, 1-Nov-2012

Ornatos Violeta

Boa noite Porto,

Se há concertos que queremos ver mas sabemos que nunca mais será possível, outros há que são possíveis e julgamos que nunca irão acontecer. Posso dizer que a vida prega-nos algumas partidas e algumas são fantásticas.
Foi a primeira vez na vida que entrei dentro do Coliseu do Porto, que esteve esgotado e com um ambiente maravilhoso. Ainda por cima para ver uma banda que há tantos anos era requisitada para dar um derradeiro concerto para os fãs e que quando finalmente decidem dar esse “doce” aos fãs, não furaram as espectativas.
Para o concerto dos Ornatos Violeta no Coliseu do Porto no dia 30-10-2012 tenho guardado o lugar cimeiro dos eventos/espectáculos especiais da minha vida!

Foi espectacular!

Adeus e bons concertos!

 

Publicado por: Peter | Sexta-feira, 9-Mar-2012

Kony2012

Olá pessoal,

Para quem anda normalmente a navegar pelas redes sociais, já deve ter ouvido falar de um FDP que contribui de forma inigualável para a deplorável vida de muitas crianças, neste caso do Uganda.
Eu sei que não é perto e as notícias do que lá se passa não saem nos nosso jornais diários nem sequer passam nas nossas televisões que tanto tempo dedicam às “notícias” sensacionalistas, mas peço-vos que vejam com olhos de ver e de real interesse este video que pode ajudar a ajudar.

Para mais informações (aos mais interessados) vão ao site: Invisible Children – Kony2012

O video é um bocado longo mas vale muito a pena para quem realmente quer fazer a diferença!

KONY 2012 from INVISIBLE CHILDREN on Vimeo.

Adeus e vamos apanhar esse FDP

Publicado por: Peter | Quarta-feira, 7-Mar-2012

Palmas ou silêncio?

Olá fadistas,

Hoje não consigo comer muito bem, mas ontem o almoço estava muito bom e ainda por cima, ao som de uns fados de Coimbra. Não comecem já os “Putos” a torcer o nariz, porque um destes dias, esta sonoridade vai bater aí no vosso âmago e vão perceber o prazer que se sente.

Decorria o almoço calmamente, quando uma das músicas terminou e ouve-se um mar de gente a bater palmas naquilo que parecia se uma actuação ao vivo.
Ler Mais…

Publicado por: Peter | Segunda-feira, 27-Fev-2012

Cavalo de Troika

Olá mal dispostos,

Eu quero que todos saibam que percebo perfeitamente o vosso estado de espírito, causado, dizem vossemecês, pela chama Crise.
Vamos lá tentar mudar isso…

Ele há soluções para tudo e em tempos de crise, há que desenrascar o melhor que se pode; e lá nisso o “Zé Tuga” é perito.
Vou ser sincero mas não vos quero aqui à porta a pedir esmola; eu ainda não senti a crise assim tanto, pelo menos mais do que já se fazia sentir em algumas áreas da minha micro-economia pessoal.
Está na mesma!

Ler Mais…

Publicado por: Peter | Sexta-feira, 24-Fev-2012

Parabéns…

Naquela hora, quando os teus olhos encontraram os meus, tive plena consciência que aquela seria a última vez que te olhava com vida.
Num simples olhar, conseguiste consolidar na minha alma todos os teus ensinamentos e fizeste-me sentir o profundo Amor que nutrias por mim.
O meu coração ficou enorme com o Amor que transmitiste e talvez por isso eu sentisse aquele aperto no meu peito que teimou em desaparecer.
Fui forte como me ensinaste e aguentei firme, mesmo que fosse apenas por fora;

Dei-te o último beijo na testa e afaguei os teus cabelos brancos já exaustos, mas a voz fugia-me pelo desgosto de te perder e apenas consegui dizer-te em pensamentos: Amo-te!
Obrigado por tudo.

O corredor que tive de percorrer a seguir, tinha 37 anos de distância, onde guardo todas as recordações.
E olha que são muitas, pois estiveste sempre presente na minha vida.

Parabéns, era o que te desejaria hoje!

Até sempre…

Publicado por: Peter | Terça-feira, 21-Fev-2012

Transportes Urbanos

Olá urbanos,

7 da tarde de ontem, aquele movimento felino ficou-me na retina…

Retrocedendo um pouco no tempo. Tive de deixar o carro na oficina para consertar e até ao final da tarde não tive notícias de estar pronto. Carro de substituição também não houve e por isso quando saí do trabalho tive de fazer jogging forçado para chegar a horas à estação de comboios.

A origem daquele comboio, não sei qual era, mas o destino final era Figueira da Foz, embora para mim fosse antes. Headphones nos ouvidos, a ouvir uma melodia que podia servir de banda sonora para uma viagem a qualquer lugar, deparo-me com um pequeno dilema, uma espécie de lotaria. Tinha à minha frente umas 4 carruagens que tinham pessoas que conheço de vista e outras que nunca vi na vida; o que me apetecia naquele momento era continuar no meu mundo induzido até ao meu destino sem ter que ficar junto de alguém conhecido a contar como foi o meu dia e a ouvir como foi o dia dessa pessoa.

Ler Mais…

Publicado por: Peter | Terça-feira, 14-Fev-2012

São Valentim

Olá Pombinhos!

Afinal quem foi esse tal de S. Valentim que me faz gastar uns cobres extra neste dia (14 de Fevereiro) só porque tenho uma namorada? Isto se entretanto não for ao Brasil que assinala este dia no mês de Junho.
S. Valentim pode ter sido um de muitos candidatos a Santo. As lendas em torno desta personagem são várias e ainda por cima houve vários valentins na história (todos mártires) o que dificulta a tarefa de descobrir a verdadeira história.
De entre algumas lendas, destacam-se duas que têm em comum os seguintes pontos:
– São Valentim fora um sacerdote cristão
– O sacerdote teria sido um mártir;
– O santo teria sido morto a 14 de Fevereiro de 269 d.C.

Parece que fazia uns casamentos às escondidas quando era proibido. Se isso não saiu em Diário da República e a PIDE ainda não existia, porque raio é que alguém arranjou este motivo para comprar prendinhas, pagar um jantarinho fora, comprar umas flores para oferecer a preços exorbitantes como se da prestação da casa se tratásse. E em alguns casos só com o intuito de dar a mesma “queca” de sempre…

Dia dos namorados? Esse é todos os dias, desde que “ela” esteja bem disposta, porque senão é um dia dos diabos!
Enfim, para o ano há mais; e não pensem os casados que se escapam, porque o dia não é levado à letra (não basta o aniversário de casamento). Neste dia, a palavra “Namorados” ganha toda uma nova abrangência…

Beijos grandes à minha namorada!
(não me safei)

Publicado por: Peter | Sábado, 11-Fev-2012

Cadela “Chipada”

Olá “donos”,

A partir de hoje tenho uma cadela chipada,  trata-se de um Microchip dentro de um tubo de vidro do tamanho de um grão de arroz que foi colocado no pescoço da coitada!
Se um dia alguém se lembra de juntar o conceito de GPS com investigação do SIS e ainda com alguma forma do governo ganhar algum dinheiro, ainda vai ser também obrigatório para nós “humanos”.

Para os mais sensíveis, não é uma cena agradável de se ver, pois a “vítima” ainda deita um bom bocado de sangue e gane que se farta. A Lylla é sensível mas nem assim a deixaram sair de cena…

Supostamente, neste momento faz parte de duas bases de dados:

  1. SIRA – Sindicato dos Médicos Veterinários
  2. SICAFE – Sistema de Identificação de Caninos e Felinos

Espero nunca ter de recorrer a nenhuma, pois significa que ou se perdeu, ou foi roubada, ou emigrou e não disse nada!

A Laylla tem a partir de hoje um novo problema na sua vida atarefada entre o sofá, o puff e as suas idas ao pátio para fazer as necessidades; é que se lhe apetecer ir a um shopping vai apitar em todas as lojas, o que para uma cadela digna, é indecente… e se por acaso quiser fazer uma viagenzinha lowcost para visitar umas amigas em Paris, vai ser um escândalo e o mais certo é acabar a ser revistada por algum Lobo de Alsácia…

Adeus e cuidado com as lambidelas electrónicas.

 

Older Posts »

Categorias